Com o dedo indicador, desenhei figuras indecifráveis em você. Era uma carícia estranha, proibida e irregular, porém eu ainda estava sorrindo, e isso fazia toda a insegurança desaparecer. Não entendo essa relação. Só sei que é assim. Um sorriso ameniza um toque. Uma risada ameniza um braço quebrado. Você amenizava a bagunça que eu sou.

Frederico Brison.

Anúncios

2 comentários em “

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s